(16) 99397-2002

Óleo mineral ou sintético? Qual o melhor para o seu carro?


Óleo sintético é melhor que o mineral?
O óleo sintético é mais elaborado e com isso promete manter a viscosidade constante, independentemente da temperatura de funcionamento do motor. Com essa característica a tendência é não carbonizar o motor. A desvantagem é o preço, mais elevado. Para utilizar esse tipo de óleo é bom estimar o custo/benefício. Se você utiliza bastante o carro e roda muitos quilômetros, o óleo sintético compensa, pois a troca é mais estendida.
 

Já o óleo de base mineral é o mais comum do mercado. Atende perfeitamente a maioria dos motores, porém a troca se dá com menor quilometragem. Se não ficar atento ao prazo de troca pode-se desencadear uma carbonização que vai trazer problemas mais a frente.


O que faz formar borra no motor, o óleo normal ou o sintético?
Não faz diferença se o óleo é convencional ou sintético. Lubrificantes por si só não criam borra no motor. É necessário fazer algo com ele. Uma das reações mais comuns que contribuem para isso é ignorar as recomendações do produto, como por exemplo, o prolongamento do intervalo de drenagem de óleo além da recomendação do fabricante. Essa é uma das principais causas para a formação de borra. Na composição do lubrificante estão os aditivos, que com o tempo e a quilometragem esgotam sua capacidade de ação e não mais evitam esse processo. Se o motor tem um problema mecânico, como um vazamento do líquido arrefecedor interno ou um termostato que não permite que atinja temperaturas normais de funcionamento, isso também poderá causar a formação de borra de óleo.


O que é selo do bloco do motor? Quais os cuidados que se deve ter com ele?
O selo do bloco do motor é uma tampa de aço, ligeiramente côncava ou então em forma de copo, que quando instalada furo do bloco do motor, expande-se firmemente. A finalidade desses selos é para remover a areia da fundição do bloco, bem como agir como válvula de segurança no caso da água vir a se congelar, o que desse modo vai evitar trincas.