(16) 99397-2002

2019 SERÁ O ANO DAS PICAPES


 

O segmento de picapes é atualmente um dos mais visados do mercado mundial, já que as vendas só crescem. No Brasil, o cenário é o mesmo, e após um 2018 de poucos lançamentos, o ano de 2019 deve ter uma onda de novas picapes. Pelo menos quatro modelos previstos para 2019 são inéditos nas ruas e para as próprias montadoras. Confira abaixo sete lançamentos que chegarão às lojas em 2019.

 

Mercedes-Benz Classe X
 
A picape Mercedes é a que mais se afasta do trio desenvolvido a partir da Nissan Frontier. O utilitário tem linhas próprias na dianteira e traseira, que seguem o estilo da marca alemã. A Classe X também será mais refinada que Frontier e Renault Alaskan. Os preços devem começar na faixa dos R$ 180 mil e ultrapassar os R$ 220 mil na top de linha. O motor básico será o 2.3 biturbo das parentes, mas haverá opção Power X350d 3.0 V6 turbo de 258 cv.

Previsão de lançamento: primeiro trimestre de 2019.

 

Renault Alaskan
 
Exibida no Salão de São Paulo, a prima da Frontier pretende surfar na tradição da Renault entre veículos comerciais. Mas temos dúvida se não vai canibalizar as vendas da Nissan, uma vez que a Alaskan também terá o mesmo 2.5 turbodiesel com potências de 160 cv e 190 cv, e não contará com motor flex, pelo menos por ora. No exterior, tem opção 2.5 a gasolina de 160 cv. Quem sabe a Alaskan não ganha esse diferencial no futuro?

Previsão de lançamento: primeiro trimestre de 2019.

 

Mitsubishi L200 Triton

Apresentada mundialmente no fim deste ano (2018), a L200 Triton foi reestilizada, mas o novo design ficou tão diferente que parece uma nova geração. O utilitário exibe o mesmo escudo frontal em X dos demais Mitsubishi, mas com espaço para ousadias como os faróis afilados e o grupo principal de luzes que ocupa boa parte do para-choque. O motor 2.4 turbodiesel de 190 cv permanece como está, o que pode ser bom. A chegada no Brasil deve ocorrer até o meio de 2019, lembrando que a atual geração chegou em 2016.

Previsão de lançamento: primeiro trimestre de 2019.

 

Volkswagen Tarok

O visual ainda é de conceito, mas o veículo chegará às ruas "muito em breve". Foi dessa forma que o presidente da Volkswagen do Brasil e da América do Sul, Pablo di Si, anunciou a Tarok no Salão do Automóvel de 2018. Principal atração da montadora na feira, a inédita picape será lançada até o fim de 2019 para fazer frente à Fiat Toro, que disputa mercado quase sozinha, já que a Renault Oroch nunca despontou.

A Tarok chama a atenção pelos detalhes de estilo. A frente ficou bem parecida com a da picape conceitual Tanoak e a do "utilitário-cupê" Atlas Cross Sport. É evidente que alguns elementos mudarão no carro de produção. Os faróis e a grade, por exemplo, não serão iluminados por LEDs. Mesmo a traseira, que parece pronta, terá alterações — as lanternas são unidas por uma moldura preta como no SUV T-Cross, mas com desenho mais arrojado.

Segundo a VW, a Tarok terá capacidade para rebocar até 1 tonelada e a caçamba poderá ser ampliada com o rebatimento do banco traseiro e uma escotilha, solução inédita. Outras inovações são a entrada USB e as tomadas de 110V e 220V no compartimento de carga, além da aplicação de amortecedores a gás na tampa traseira, que tornam sua abertura e fechamento suaves.

O projeto custou R$ 10 milhões e é o primeiro totalmente desenhado no Brasil a ganhar o mundo — sim, a marca vai vender a Tarok em outros mercados. Como será a primeira picape feita sobre a plataforma MQB, a parte traseira da arquitetura foi adaptada para receber cargas. Quanto aos motores, sabemos que o 1.4 TSI de 150 cv e um novo 2.0 TSI de 190 cv estão cotados. E haverá tração integral (4x4), como no conceito.

Previsão de lançamento: último trimestre de 2019.

 

Nova Fiat Strada

Com produção prevista para o final de 2019 e lançamento no início de 2020, a nova geração da Fiat Strada é tratada pelo nome-código 281. O estilo externo toma emprestado muitos elementos do Argo, ela será mais vista como picape dele do que do Mobi, subcompacto que serve apenas de mula de testes. Vale lembrar que o Linea serviu como mula da Toro.

A base mistura elementos do Argo e da Strada atual na traseira, especialmente a suspensão traseira por eixo rígido do tipo Omega, aquele com ressalto central que permite levar carga sobre pisos realmente ruins sem raspar o conjunto. Conforme Autoesporte havia revelado, a picape não chegará ao porte da Toro, mas há opção de cabine dupla com quatro portas.

Do Argo também vem o motor Firefly 1.3 de até 109 cv. E quem sabe o câmbio automático de seis marchas no futuro?

Previsão de lançamento: final de 2019 ou início de 2020.

 

Picape média Fiat

A RAM 1500 é eterna prometida, mas a verdade é que ela perdeu espaço mesmo internamente na Fiat. O motivo: a marca já tem um projeto de uma nova picape média, que deve dar origem à nova geração da Dakota e também a um modelo da italiana.

Estamos falando de um utilitário parrudo à moda tradicional, com chassi, tração integral temporária e motor a diesel. Ainda não sabemos que a marca venderá o carro no Brasil, mas é certo que a produção deve começar até 2021 na fábrica da FCA em Goiana (PE).

Previsão de lançamento: início de 2021.

 

Picape JAC

Após alguns flertes, a JAC Motors finalmente deve iniciar a importação da picape T6 em 2019. Trata-se de uma média de verdade: são 5,31 metros de comprimento e 3,09 m de entre-eixos. A maior diferença em relação aos medalhões está no motor turbodiesel. O 2.8 tem apenas 115 cv e 25,5 kgfm de torque, mas isso pode mudar na versão a ser trazida.

Até mesmo o nome pode mudar, já que a marca vendeu por aqui o SUV médio T6 nos últimos três anos. Outro lance é se a montadora chinesa terá força comercial para lançar uma picape. Com a rede e a gama quase dizimadas, a JAC tenta renascer.

Previsão de lançamento: segundo semestre de 2019.

 

Fonte: Revista Auto Esporte