(16) 99397-2002

Conheça alguns mitos sobre os carros


 

Todos nós já escutamos muitas lendas sobre carros. Algumas delas são compreensíveis, outras soam absurdas; mas quem sabe o que é e não é verdadeiro até testar?

Para ajudar vocês leitores e motoristas, apresentamos o guia de mitos da Biela Auto Peças

Pulverizar o chassi do carro com óleo de mamona ajuda na conservação

FALSO

A pulverização de óleo de mamona por baixo do carro era prática comum após a lavagem, porém não é recomendada porque colabora para a aderência de sujeira e, em alguns casos, pode corroer as borrachas de vedação.

Lavar o motor pode trazer problemas em seu desempenho

VERDADEIRO

Antigamente, lavar o motor e deixá-lo tinindo era sinal de capricho para os apaixonados por carro. Mas o tempo passou, a eletrônica invadiu os veículos e trouxe algumas restrições, como a lavagem do motor. Mais do que prejudicar o desempenho, a água pode danificar os componentes eletrônicos instalados sob o capô. Muitos postos nem oferecem mais o serviço. A alternativa é utilizar um pano umedecido ou uma escova para retirar a sujeira do motor.

É melhor para o motor usar gasolina aditivada ou "premium"

VERDADEIRO

Os dois tipos de gasolina contêm elementos químicos detergentes, que ajudam a manter o motor limpo. Recomenda-se, entretanto, consultar a especificação exata indicada no manual do proprietário e usar apenas o combustível indicado para seu carro.

Esquentar o motor antes de sair com o carro aumenta sua vida útil

DEPENDE

Se o motor tiver sistema eletrônico de gerenciamento, como todos os novos carros, é falso. Tanto a lubrificação como a dosagem da mistura ar/combustível já estão devidamente programadas e a eficiência da bomba de óleo, bem como da de gasolina, proporciona o desempenho adequado mesmo com o motor ainda frio.

Em veículos mais antigos a afirmação é verdadeira, pois no início do funcionamento eles apresentam deficiência de lubrificação e desequilíbrio na mistura ar/combustível, provocando maior atrito entre as peças metálicas.

Deve-se pisar na embreagem antes de ligar o motor

VERDADEIRO

Acionando a embreagem, alivia-se a carga no volante do motor no momento da ignição, embora não exista uma orientação oficial das fábricas para que esse procedimento seja adotado.

Alarme disparado pode descarregar a bateria

VERDADEIRO

O alarme, assim como todos os outros equipamentos eletrônicos, é ligado à bateria, de onde retira energia para seu funcionamento. Se o dispositivo for desligado assim que disparar, ou pouco depois, não há problema. Porém, se o dono do carro não estiver por perto para desativá-lo, ele continuará incomodando a vizinhança até que toda a carga da bateria seja consumida. O mesmo pode acontecer nos carros equipados com alarme que tem um sinal luminoso intermitente no painel. É aconselhável desconectar os cabos da bateria quando houver previsão de que o carro ficará parado por um longo período de tempo, como numa viagem.

Em lombadas ou valetas, é melhor passar com o carro na diagonal, uma roda de cada vez


FALSO

O sistema de suspensão foi preparado para funcionar em qualquer situação, mas você deve levar em consideração que, em linha reta, o carro sofrerá uma torção menor e molas e amortecedores trabalharão ao mesmo tempo dos dois lados, gerando mais conforto a todos passageiros, que não ficarão chacoalhando de um lado para o outro dentro do carro.
 

Meu carro pode ser aberto por outra chave com código eletrônico

FALSO

Apesar de existir a possibilidade, as chances são remotíssimas. As chaves eletrônicas possuem códigos numéricos que mudam cada vez que elas são acionadas. É praticamente impossível que duas chaves tenham a mesma combinação, uma vez que os segredos são criados por meio da combinação de números que podem ir de 1 a 4294967296.

Existem cores de carros que são mais seguras

VERDADEIRO

Podem não ser as preferidas, mas cores como o amarelo e o laranja se destacam tanto de dia quanto de noite, ou em situações de risco, como chuva e neblina. Caso as cores não lhe agradem, não se preocupe. A utilização correta dos instrumentos de sinalização do carro, como farol, lanterna e pisca, também garante sua visibilidade e segurança.

Carro movido a álcool consome mais que o movido à gasolina

VERDADEIRO

Para mover carros de igual peso é necessário mais álcool que gasolina. Isso acontece porque a gasolina produz mais energia que o álcool. Para que a diferença seja compensada, nos carros a álcool o combustível é injetado em maior quantidade. Conseqüentemente, o tanque de armazenamento do combustível também será maior para que a autonomia de ambos (considerando capacidades de tanque diferentes) seja a mesma.

Chiados e assobios ao acionar os freios indicam problemas

NEM SEMPRE

Alguns materiais utilizados na fabricação das pastilhas, e até mesmo poeira ou sujeiras, podem fazer surgir ruídos e assobios, que tendem a desaparecer com o uso contínuo. O simples desgaste dos discos e das pastilhas também pode ser a causa de chiados e outros barulhos estranhos. Para saber em que exata situação se encontram os freios do seu carro, e para sua segurança, o melhor é levá-lo a uma oficina especializada.

Posso descansar o pé no pedal da embreagem

FALSO

Mesmo não pisando fundo no pedal, o disco da embreagem é acionado, provocando desgaste precoce da peça. Se estiver com a perna esquerda cansada, você deve apoiá-la no assoalho, ao lado do pedal.

Posso pisar na embreagem antes do freio

FALSO

Ao pisar na embreagem, o motor funciona completamente desengrenado, mesmo se uma marcha estiver engatada, o que pode dificultar o controle do veículo e colocá-lo em uma situação de risco. O correto é primeiro pisar no freio e depois na embreagem, quando a velocidade já estiver menor.

Mulher grávida não pode dirigir

FALSO

Não existe nenhuma restrição quanto à condução de um veículo por uma mulher grávida. Se houver a possibilidade de outro condutor assumir o volante, melhor. De qualquer forma, o ideal é que a mulher guie até o oitavo mês de gestação, desde que seja uma gravidez sem riscos.

Posso deixar o carro na "banguela" (câmbio no ponto morto)para descer trechos de pista

FALSO

Apesar de costumeiramente se dizer que esse tipo de atitude ajuda a economizar combustível (o que até é verdadeiro para veículos sem injeção eletrônica), a prática não é aconselhada por uma questão de segurança. Desengatado e sem o auxílio do freio-motor, o sistema de freio é mais exigido e pode superaquecer e falhar. Deixe o carro engatado na marcha mais alta, mesmo sem acelerar. Também há economia e ainda será possível reduzir a marcha em caso de imprevisto.

Ao passar um buraco, devemos acionar a embreagem

VERDADEIRO

As vezes não dá para evitar um buraco ou valeta. Ao passar por uma depressão exagerada, o carro sofre com a violência do impacto. Mas a caixa de câmbio estará mais protegida do impacto se a embreagem for acionada, pois a pancada não a atingirá diretamente. O mesmo acontece com a marcha desengatada.

Devo ligar o pisca-alerta no meio da neblina para mostrar que estou trafegando ali

FALSO

Nunca ligue o pisca-alerta (ou mesmo o farol alto) quando estiver trafegando no meio da neblina. Pisca-alerta ligado significa que o carro está parado, e só assim deve ser usado. O correto é diminuir a velocidade e ligar os faróis baixos ou de neblina. Para parar no acostamento, avise com antecedência, observando com atenção se já não há outro carro parado à sua frente.

Passar folha de mamona no vidro impede que ele fique embaçado

VERDADEIRO

A oleosidade da folha impede que o vidro embace e garante melhor visibilidade, pois o óleo funciona como um separador entre o vidro e a água. Mas a solução dura por tempo limitado. Você ainda pode usar a artimanha se, em um dia de chuva, o limpador de pára-brisa quebrar. Na falta de mamona por perto, use batatas ou tabaco. O princípio ativo é o mesmo.

Posso passar semáforos vermelhos durante a madrugada

FALSO

Apesar do risco de assaltos, principalmente nas grandes cidades, não existe lei que impeça a autuação por passar em farol vermelho em nenhum horário. Mesmo assim, alguns motoristas preferem arriscar a vida e passar reto ao ver o sinal de parada obrigatória. O ideal é diminuir a velocidade e aproximar-se vagarosamente do cruzamento até que o semáforo fique verde. Além de evitar a multa por infração gravíssima e os 7 pontos na carteira, você escapa do risco de colidir com outro carro e provocar acidentes.

Devo dar passagem ao veículo que vem mais rápido atrás, mesmo estando no limite de velocidade da pista

VERDADEIRO

Apesar de o motorista apressado estar fora da lei, andando acima da velocidade permitida, é melhor abrir passagem e garantir sua segurança. Nunca se sabe até onde vai a pressa do condutor e o porquê de ele estar dirigindo mais rápido. Em estradas de pista dupla ou tripla de mão única, o artigo 298 do CTB ordena que se utilize a faixa da esquerda apenas para ultrapassagem. Assim que completá-la, o motorista deve retornar para a faixa da direita, sempre sinalizando com a seta todos os seus movimentos.

Posso ouvir música no walkman enquanto dirijo

FALSO

Segundo o artigo 252, inciso VI, do CTB, é proibido conduzir o veículo utilizando-se de fones nos dois ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular. Como o motorista não estará ouvindo os avisos sonoros dos outros veículos e até mesmo de autoridades do trânsito, sua capacidade de concentração e atenção será reduzida. Desobedecer à regra rende 4 pontos na carteira e uma multa de 78,16 reais. Já há equipamento no mercado com apenas um fone de ouvido, aprovado pelo Denatran.

Posso atender ou fazer ligações no telefone celular enquanto dirijo

FALSO

É o mesmo caso do uso do walkman, mas com um agravante. Também é proibido dirigir o veículo com apenas uma das mãos, a não ser para mudar de marcha e fazer sinais regulamentares de braço. O peso dessa infração é de 4 pontos na carteira e multa de 78,16 reais. A saída é usar um equipamento de viva-voz ou um com o fone de ouvido e microfone no mesmo fio, que também libera as duas mãos.

Ao estacionar em uma via íngreme, devo utilizar apenas o freio de mão

FALSO

Acionar o freio de mão é essencial ao estacionar o carro mas, quando estiver em vias íngremes, não se esqueça de deixar a marcha engatada e travar a direção virada para o meio-fio. No Brasil não existe lei que obrigue a utilização desse método, mas é uma garantia de que seu carro não descerá a ladeira contra sua vontade. Nos Estados Unidos, carro parado em via íngreme em descida sem as rodas dianteiras encostadas na guia da calçada pode até dar multa.

Posso dirigir descalço na estrada ou na cidade

VERDADEIRO

É permitido dirigir descalço em ambas as situações, já que o Código de Trânsito Brasileiro não faz nenhuma menção explícita sobre a questão. O artigo 252 diz apenas que é proibido dirigir usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais (ou possa se enroscar neles), como chinelo de dedo ou outro calçado que não tenha as tiras presas atrás dos calcanhares. Com calçados do tipo, o motorista leva 4 pontos na carteira e ganha multa de 78,16 reais.

Conduzir passageiro no banco de trás sem cinto dá multa

VERDADEIRO

O uso do cinto de segurança é obrigatório para todos os passageiros, mesmo os do banco de trás, tanto na cidade quanto na estrada. Ser flagrado na situação acima não é tão comum, mas o Código de Trânsito Brasileiro é claro: o motorista paga multa de 127,69 reais e ganha 5 pontos na carteira..

É permitido dirigir sem usar camisa

VERDADEIRO

Código de Trânsito não faz nenhuma menção sobre dirigir com ou sem a parte de cima do vestuário.

Atirar objetos na rua com o carro em movimento pode render uma multa

VERDADEIRO

Segundo o Código de Trânsito, não é permitido atirar ou abandonar qualquer tipo de objeto ou substância, nem mesmo uma bituca de cigarro, de dentro do carro, mesmo que ele esteja parado. Se o motorista que suja as ruas da cidade – ou a estrada – for pego em flagrante, terá de pagar 85 reais de multa, além de ter anotados 4 pontos na carteira de habilitação. A mesma punição é aplicada aos motoristas que passarem por poças e espirrarem água, ou qualquer outro dejeto, em pedestres ou até mesmo em outros carros.

Fonte: http://quatrorodas.abril.com.br/

 

 

Veja também:
Por que o motor do carro funde?
6 dicas para manter a pintura do carro nova
Quando devo fazer revisões em meu carro?
Qual é a diferença entre alinhamento e balanceamento?